ANO DA EUCARISTIA

 

<<Coincidindo o Ano da Imaculada com o Ano da Eucaristia, na Escola de Maria podemos aprender melhor Cristo. Contemplando-a como a "Mulher eucarística", Ela nos acompanha ao encontro com seu Filho, que está conosco “todos os dias, até o fim do mundo” (Mt 28, 20), em particular no Santíssimo Sacramento.>>

CARTA DE SUA SANTIDADE BENTO  XVI
AOS BISPOS ESPANHÓIS
POR OCASIÃO DA PEREGRINAÇÃO NACIONAL
AO SANTUÁRIO DE NOSSA SENHORA DO PILAR DE SARAGOZA

 

Amados irmãos no Episcopado,
Caros sacerdotes e diáconos,
Religiosos, religiosas e fiéis católicos da Espanha,

Tenho prazer em dirigir-vos a minha cordial saudação e em unir-me espiritualmente a vós na Peregrinação Nacional ao Santuário de Nossa Senhora do Pilar de Saragoza, para comemorar o 150° aniversário da definição do dogma da Imaculada Conceição e renovar a consagração da Espanha ao Coração Imaculado de Maria, acontecida há cinqüenta anos.

1. Com esta peregrinação quereis aprofundar-vos no admirável mistério de Maria e refletir sobre a sua inexaurível riqueza para vocação de cada cristão à santidade.

Coincidindo o Ano da Imaculada com o Ano da Eucaristia, na Escola de Maria podemos aprender melhor Cristo. Contemplando-a como a "Mulher eucarística", Ela nos acompanha ao encontro com seu Filho, que está conosco “todos os dias, até o fim do mundo” (Mt 28, 20), em particular no Santíssimo Sacramento.

2. A Imaculada reflete a Misericórdia do Pai. Concebida sem pecado, foi capaz de perdoar também àqueles que abandonaram e feriram seu Filho aos pés da Cruz. Como Advogada nos ajuda em nossas necessidades e intercede por nós diante de seu Filho dizendo-lhe, como fez em Caná da Galiléia: "não têm mais vinho” (Jo 2, 3), confiando no fato que o seu coração cheio de bondade não nos defraudará num momento de dificuldade. No indicar claramente: "Fazei aquilo que vos disser" (Jo 2, 5), nos convida a aproximar-nos de Cristo e, nesta aproximação, experimentar, provar e ver "quanto è bom o Senhor". Desta experiência nasce no coração humano uma maior perspicácia para apreciar aquilo que é bom, belo e verdadeiro.

3. Sustentada pela solicitude paterna de José, Maria acolhe seu Filho. No lar de Nazaré Jesus alcança a sua maturidade, no seio de uma família, humanamente esplêndida e invadida pelo mistério divino, que continua a ser um modelo para todas as famílias.

Em tal consideração, na convivência doméstica a família realiza a sua vocação de vida humana e cristã, partilhando as alegrias e as expectativas num clima de compreensão e de ajuda recíproca. Por isso, o ser humano, que nasce, cresce e se forma na família, é capaz de empreender sem incertezas o caminho do bem, sem deixar-se desorientar pelas modas e ideologias alienantes da pessoa humana.

4. Neste momento de discernimento para muitos corações, vós Bispos espanhóis voltai o olhar para Aquela que, com total disponibilidade, acolheu a vida de Deus que irrompeu na história. Por isso Maria Imaculada está intimamente unida à ação redentora de Cristo, que não veio para “julgar o mundo, mas para que o mundo se salve por meio Dele” (Jo 3, 17).

Sei que a Igreja Católica na Espanha está disposta a dar passos decisivos nos seus projetos de evangelização. Para isso é promissor que seja compreendida e aceitada na sua verdadeira natureza e missão, uma vez que ela procura promover o bem comum para todos, seja para as pessoas seja para sociedade. Efetivamente, a transmissão da fé e a prática religiosa dos crentes não podem estar limitadas ao âmbito puramente privado.

5. Aos pés da Virgem coloco todas as vossas inquietudes e esperanças, confiando no fato que o Espírito Santo moverá muitas pessoas para que amem com generosidade a vida e acolham os pobres, amando-os com o mesmo Amor de Deus.

A Maria Santíssima, que gerou o Autor da vida, confio toda a vida humana do primeiro instante da sua existência até ao seu fim natural, e Lhe peço que preserve todas as famílias de qualquer injustiça social, de tudo aquilo que degrada a sua dignidade e atenta à sua liberdade; e também que se respeite a liberdade religiosa e a liberdade de consciência de cada pessoa.

Imploro à Virgem Imaculada com plena confiança para que proteja o povo da Espanha, os seus homens e as suas mulheres, afim que contribuam todos para o estabelecimento do bem comum e, em particular, a instauração da civilização do amor. Encorajo também todos e cada um a viver na sua Igreja particular em espírito de comunhão e de serviço e vos exorto a dar testemunho de devoção à Virgem Maria e a um incansável amor aos irmãos.

Convido-vos, vós que participastes desta grande peregrinação ao Santuário de Nossa Senhora do Pilar de Saragoza, a intensificar a devoção Mariana nas vossas regiões e nas vossas cidades, onde Ela vos espera nas inumeráveis igrejas e santuários que lotam a terra espanhola; e também nas paróquias e comunidades e nos lares domésticos. Retornai para lá alegres com a Benção Apostólica que vos dou com grande afeto.

Vaticano, 19 de maio de 2005.

BENEDICTUS PP XVI

      

 HOME